terça-feira, 23 de janeiro de 2007

Estranha Loucura Esta



[Auto-Retrato, Praia da Guia - Algarve, 2006, FF]

"Há em mim várias figuras.

Quando uma fala, a outra está calada.

Era suportável.

Mas agora não: agora põem-se a falar ao mesmo tempo."

Raul Brandão in Húmus

8 comentários:

Cat disse...

Eu ja te tinha dito que estavas um cadito magra! Aqui está a prova!!!

Pronto, agora a serio...

Palavras sábias, fotos irreverentes!

Sem mais..

Cat

Estranha pessoa esta disse...

Eu sei que estou.
Mas, a minha estranheza e desassossego desenfriado são gordos, por isso... ehehhe

rui disse...

Olá Estranha Pessoa

Adorei as tuas fotos. Lindas.
Surpreendeste-me!
Cuidado com as falas :))

Um grande abraço

pensamentos_vagabundos disse...

achas-te estranha??
acho-te verdadeiramente unica...existe quem confunda com estranheza,os estranhos...
beijo vagabundo

inBluesY disse...

excelente.
é insuportável por vezes sim.
na noite é pior .

Pierrot disse...

Praia tão parecida com uma que postei faz tempo, do Alentejo.
Linda
E olha que se calhar até são mais que duas vozes ao mesmo tempo...
Bjos daqui
Eugénio

Estranha pessoa esta disse...

São mais que duas ... sim...
Mais que duas!
E que mais...

Beijo dali ;)

.*.Magia.*. disse...

Cores Loucas...
Quentes!
Ardentes!
Ao céu não chegam as vozes
Roucas...
O azul do canto, é pedaço de céu...
É lá que se calam as vozes...
É o azul silêncio!
Os alaranjados são gritos...
...raivas
...espasmos de fuga!
...desmaios de emoção enrolados na areia...

O amarelo é o tal cansaço!
A rouquidão do desespero...
A afonia que pesa e prende ao chão quando as asas quebram.

O azul é o silêncio onde o amarelo não deixa tocar...

Calem-se todas as cores quentes!!!!
Deixem-me arrefecer!
Preciso apagar-me...
Extinguir-me!
Quero ser azul que se perde no céu
Que se funde no mar...

...quero ser silêncio em tons alaranjados
...quero tudo pintado de nada!

...quase nada!
Quase tudo

QUERO!