sábado, 27 de janeiro de 2007

Caída


[FIESA - Cidade de Areia, Pêra - Algarve, 2006, FF]
"Um dia falaste-me em Apoio.
Eu também gostava de sentir algum!"
Estranha pessoa esta

11 comentários:

rui disse...

Olá Estranha Pessoa

Por vezes é difícil encontrar a pessoa certa, que saiba inocular com a sua presença ou só com um gesto ou ainda com um só olhar, que transmita essa confiança, esse apoio. Não é necessário que seja sempre, basta que surja, não por imposição, mas sim de forma espontânea e desinteressada.
Existe muito egoísmo e ignorância naqueles que nos julgavamos serem o nosso suporte

Por aqui está muito frio, continua a chuva e o vento.
Que tenhas um lindo fim-de-semana

Um grande abraço do senhor do mar

arritmico-mano disse...

o ombro anda sempre perto...




...asim como o resto do corpo.






lá poderás encostar-te e senti-lo.








um beijo desassossegado e menos estranho...

Estranha pessoa esta disse...

Andará mesmo?

david santos disse...

Olá!
Lindo, lindo e lindo!
Quanto ao apoio, a verdade é que muitos o pedem, não raras vezes, a quem dele necessita.
Frase brilhante, a deste post.
Parabéns e bom fim-de-semana

Ricardo disse...

As imagens traduzem a frase numa bela sensibilidade.
Parabéns =*

Maria P. disse...

São impressionantes estas imagens!

As palavras tocam fundo.


Boa semana*

as velas ardem ate ao fim disse...

Eu também.

deixa estar apoiamo nos uma à outra.

(adoro esta musica)

bjinho gande

Estranha pessoa esta disse...

Continuo caída...

.*.Magia.*. disse...

Levanta-te :)

(eu ajudo!)

Claudia Tavares disse...

Caída tu? Nunca...
Só caímos quando não temos mais amigos nem ideais...
Não te falta nem uma coisa nem outra...
Estas talvez a tropeçar na vida, mas caída nunca!

"O mais importante da vida não é a situação em que estamos, mas a direcção para a qual nos movemos."

Oliver Wendell Holmes

M. disse...

Lindíssima!