quinta-feira, 30 de novembro de 2006

Severidade






[Lisboa, 29 de Novembro de 2006, FF]

"Se tomardes a vida com excessiva severidade, que atracção tem?

Se a manhã não vos convidar a novas alegrias

e se à noite não esperardes nenhum prazer,

valerá a pena vestir-se e despir-se? "

Johann Goethe

[Batimentos Cardíacos ao som de Tim - Xutos & Pontapés - Fado do Encontro]

9 comentários:

pensamentos_vagabundos disse...

valerá!?
beijo vagabundo

.*.Magia.*. disse...

Mágicas imagens do Parque de todas as Nações!!!!

Eu vi-te...mas tu não me viste.

Nem deves ter reparado naqueles pés descalços que se viam a pender do quarto crescente...

Não faz mal...fiz de propósito para não me veres ;)

:P

Abraço de vicio!!!!

visceral disse...

pelo prazer da noite e consequente manhã, com excessivo desprendimento, distraímos a lua com folhas luminosas e subimos para cima sem que ela reparasse.

Pirum disse...

eu sempre te disse que essas fotos iriam ficar muito giras ;)

Teresa Durães disse...

NÃO!!!!

boa tarde!

rui disse...

Olá! Estranha Pessoa

Sim, é verdade.
Que interesse tem a vida, se não tivermos algumas alegrias e sentirmos prazer!
Prazer em viver e, sentir o viver.

A sequência de fotos, está espectacular e, a cor fabulosa!
Na minha primeira análise, achei que a última foto estava a mais, mas depois verifiquei que afinal fica bem.

Um grande abraço
O senhor do mar

Maria P. disse...

Não.Não...

As imagens são fantásticas!

Estranha pessoa esta disse...

Vagabundo,
Valerá?!?!?
...


Magia,
Pensas tu que eu não te vi :P
Abraço ainda maior de vívio :) **


Visceral,
:) :)
Por vezes sem nós próprios repararmos.
**

Pirum,
lol Arigatô :P


Teresa,
Um abraço grande para ti **


Senhor do Mar,
:)
Que bom ter te aqui!!!
E olha... nem que seja o prazer de sentir o sal do mar numa tarde outonal..
Um abraço enorme para ti e para o teu netinho ;)


Maria P.,
Obrigado :) Sempre muito bom ter aqui o OLhar de Maio ****

Pierrot disse...

Que giro, no msn coloquei um nick de Goethe e vim dar com esta citação tua também dele...

Vai até onde puderes ver e quando lá chegares poderás ver ainda mais - Goethe

Giro, giro, giro

Bjos daqui
Eugénio