quarta-feira, 8 de novembro de 2006

Miocárdio Pedido VII - Louco de Lisboa






[Foz de Arelho - 8 de Novembro de 2006 - FF]

" Às vezes não tenho tanto a certeza de quem tem o direito de dizer quando um homem é louco e quando não é. Às vezes penso que não há ninguém completamente louco tal como não há ninguém completamente são até a opinião geral o considerar assim ou assado. É como se não fosse tanto o que um tipo faz, mas o modo como a maioria das pessoas o encara quando o faz. "

William Faulkner, in 'Na Minha Morte'

Senti que andavas a precisar de um passeio.

Um passeio com cheiro a Sal.

Com o tacto das pedras da calçada.

E as rugas de uma memória.

Para ti Louco da Capital :)


Batimentos Cardíacos ao som de Linkin Park - Piano Instrumentals - In the end
P.S.: Sei que gostas desta música mas, resolvi colocar sem voz... que cantes tu nesse passeio.

12 comentários:

arritmico-mano disse...

vejo que a loucura em lisboa rende os seus frutos :) sorte a tua "louco"... que esse sal sabe bem corroer as partes doentes do corpo!
________________________________
retenho essa tranquilidade do fim de tarde no olhar aguado.

estranho mesmo, só o facto da foto não ter ninguém a passear esse sítio.

Teresa Durães disse...

olha que sorte a do Louco!!

As fotografias são lindíssimas, William Faulkner está muito bem escolhido (e também me parece que precisa do tal passeio)

Boa noite

Tino disse...

Já fui muito feliz na Foz do Arelho! Aínda tenho lá uns pés de daninha, num me lembro é onde! Louco , um abraço! Estranha, um grande grande beijo, dama!

pensamentos_vagabundos disse...

tudo aqui está lindo
beijo vagabundo

rui disse...

Olá Estranha pessoa

Que lindo!!!
O som do piano é um passeio cheio de cores fabulosas pela calçada e, sentindo o cheiro a maresia.....
...Divinal..

rui disse...

...Bom dia poeta louco, diverte-te por aqui...

Um abraço

Louco de Lisboa disse...

Olá Estranha...

Agora tenho que escrever umas palavras não é???

OK, ok ,ok ok, ok, ok!!

Estava a ver que nunca mais, já deveria ter acontecido há mais tempo...
As fotos, ofereces-me um passeio, aceito o passeio, onde vamos?

Ofereceres-me o som do piano, gosto sossega-me a alma!

Chegou tarde este pedecinho dedicado a mim, mas chegou, já te andava por aqui a rogar umas pragas e a foto do blog era apenas uma delas, como vês já tens foto!!

É melhor ir embora, olha, QUERO OUTRO, soube a pouco :)

Até outro instante
NO KISS, NO SMINT, ou ao contrário!

Estranha pessoa esta disse...

Meus amigos, vou fechar (mas por pouco tempo) este miocárdio , para um momento de publicidade :P

Louco meu velho, tenho para mim que andas com o miocárdio um bocado desleixado. Que se passa?

.*.Magia.*. disse...

Estranha, estranha, estranha...

...olha, agradeço-te uma coisita, a montagem está fenomenal...

Aquela de teres colado o poste da luz a tapar-me está cool...ninguém precisa de saber que sou tua modelo ;)

Ah, e ainda bem que na foto do areal apagaste o Louco a fazer o pino, a bem dizer, a publicidade paga-se e já basta teres posto aqui o link dele...

Ah...só não gostei de uma coisa, sim, porque eu não gosto de tudo aquilo que tu fazes...

A Sétima e a Oitava fotografia deste miocárdio do louco...não gosto delas, acho que...
prontessssss já disse!!!!

Agora vou fazer um comentário ao dono do miocárdio, ou seja co-dono do miocárdio, porque o miocárdio é teu, tu apenas o emprestas a quem te apetece...

.*.Magia.*. disse...

Co-dono do Miocárdio Estranho, vulgo Sr. Louco de Lisboa:

Tenho para mim que...

.*.Magia.*. disse...

Vim só fazer mais um comentário, já tenho outras cores, quase pareço outra desde a ultima vez que estive aqui...

Cheers!

Estranha pessoa esta disse...

lol
Tu hoje estás chata para caracinhas eheh
Está aqui uma pessoa a tentar fazer um miocárdiozeco e tu não desamparas a loja...
:P