segunda-feira, 18 de junho de 2007

Conta. Peso. E. Medida.

[Praça da Fruta - Caldas da Rainha, FF]

Não é o pesar.
Dos prós e dos contras.
É antes o sentir.
Do corte.
Dessa já pesagem.


4 comentários:

Brain disse...

E quantas vezes,
Recebes na medida do que pediste?

Corrige-me se estiver errado,
Mas...
Não é sempre arredondado por excesso?

Não?
Então?

Serviram-te de mais,
Ou...
Tu é que pediste mal?

E a pesagem? Estava correcta?
Se calhar, o meio de pesagem não estava certificado...

Esquece a pesagem!
Concentra-te no sabor do artigo comprado.

Esse, é que de facto vale a pena!

Beijo.

Marita disse...

Não sei como vim cá parar. Mas ainda bem que aqui cheguei. Parabéns pelas fotografias e pelas palavras.

lampâda mervelha disse...

Tanto que pesa...

POETA VAGABUNDO disse...

és é louca:)
gosto desta canção...heheh...
beijo vagabundo