domingo, 14 de junho de 2009

Fado da Procura



[Peniche, Concerto - Ana Moura, 13 de Junho de 2009, FF]
"Mas porque é que agente não se encontra?
No largo da Bica fui te procurar
Campo de Cebolas e eu sei te encontrar
Eu fui mesmo até à casa de fado
Mas tu não estavas em nenhum lado
Mas porque é que agente não se encontra?
Mas porque é que agente não se encontra?
Já estou sem saber o que hei de fazer
Se seguir em frente, ai madre de Deus
Se voltar a trás, ai Chiados meus
E o rio diz: que tarde infeliz
Mas porque é que agente não se encontra?
Mas porque é que agente não se encontra?
Já estou farta disto, farta de verdade
Vou beber a bica, sentar e pensar
Ver se esta saudade, ai fica ou não fica
E talvez sem quer, não querem lá ver
Sem te procurar te veja passar
Sem te procurar te veja passar"

7 comentários:

Anónimo disse...

vou pelos teus olhos...
:)
olharesdever

Anónimo disse...

Miúda em grande...fotos brutais....bjs Zeza

Alma social disse...

Há fadista! ...espero por ti na esquina.

Su disse...

hoje andei por aqui

gosteiii


.. mas pq a gente não se encontra?.....



jocas maradas de clics

Corvo Negro disse...

Numa altura em que a Mariza parece estar "na moda" eis alguém a fazer referência à minha fadista favorita.

Uau... quase dá para ouvi-la atrvés destas imagens!




Adoro a Ana Moura, simplesmente.
Obrigado... eu.

Mαğΐα disse...

Apetece-me fazer um trocadalho com o Fado... mas receio ferir sensibilidades, por isso nada tenho a acrescentar senão a envolvência que nos puxa para dentros dos instantes dos teus clicares.

Arnaldo Macedo disse...

Xiuuuuuuuuuu..... Vai se tocar o FADO..
http://www.youtube.com/watch?v=TNyjEQHXXj4