terça-feira, 23 de agosto de 2011



"Ah, memória, inimiga mortal do meu repouso!"
Miguel Cervantes in Dom Quixote



Photobucket

3 comentários:

mfc disse...

A citação é colossal!
A imagem impressiona pelo realismo.

reginarebelo disse...

"Tranqüilidade e inconstância, pedra e coração.
Sou abraços, sorrisos, ânimo, bom humor, sarcasmo, preguiça e sono.
Música alta e silêncio.
Serei o que você quiser, mas só quando eu quiser.
Não me limito, não sou cruel comigo!
Serei sempre apego pelo que vale a pena e desapego pelo que não quer valer… Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato…
Ou toca, ou não toca.”
Clarice Lispector

sandrafofinha disse...

Memória,ai ai maldita memória!! Eu confesso que não tenho memória para nada,desde que tive a depressão nervosa me esqueci de tudo,me esqueci de todos os momneotos que se passaram. Praticamente não me recordo de nada da minha doce infância. Sinto essa tristeza em mim. Muito triste não nos lembrarmos de coisas que já nos fizeram felizes e recordarmos apenas os momentos tristes e horriveis de nossa vida. Beijinhos fofinhos!!