sexta-feira, 12 de outubro de 2007

Assumir

[Óbidos - Mercado Medieval, 2007, FF]

As pessoas perdem muito não pelo medo que têm de sentir.

Mas, pela forma como assumem esse mesmo sentir.

Mas, isso é uma ideia cá minha.

E vale o que vale.

Analogia com a imagem?

Digam-me vocês.

9 comentários:

Putty Cat disse...

Não te ar de quem perdeu.
Tem ar de quem deixou cair os braços, somente e apenas, pela forma como tem assumido o medo.

Não perdeu nada. Ganhou, nos braços caídos e nas pernas destapadas, uma nova consciência do sentir.

Acho que o medo, lhe ganhou crosta.
Estará em fase de auto-curativo.

(Mas isto, é uma ideia cá minha. Vale o que vale! :)

Beijo a roçar.

rui disse...

Olá Estranha Pessoa

Os preconceitos são verdadeiros obstáculos aos genuínos impulsos do nosso querer.
A imagem fala-me de uma pose descontraída, mas atenta, pronta a agir.

Grande abraço

PS.Senti falta do teu calor e do afago das tuas palavras

Brain disse...

Sentir...
(pre)sentir...
(con)sentir...
Sentir...

Só sentir...

Vês aquele joelho?
O direito?

Sim... sentir...
Pode ser...

Sem dúvida!

Kiss to you!
Have a nice weekend!

croqui disse...

tb é uma ideia minha, se me permites ;-)

bom fim de semana!

In@rq disse...

Tropecei no teu blog
achei interessante e resolvi comentar.
Lamento, mas vou ter de estar de acordo com a dita frase "Mas, pela forma como assumem esse mesmo sentir."
Tentei encontrar a tal analogia com a imagem, mas não dei com ela. Fico mais em compasso de espera.

joão marinheiro disse...

Momento de pausa é isso...
Abraço daqui enquanto preparo velas e cabos...

lampâda mervelha disse...

"A taberneira que olha para além da sua época"

melgadoporto disse...

Gostei do “assumir…” e do “…medo de sentir”.
Se apeteceu sentar de forma bem tranquila.
Se o deu vontade de saborear o vento.
Foi mesmo ali que apeteceu!
Óptimo!
Isso é sem dúvida assumir o sentir.
E repudiar o medo de sentir.
No entanto não é fácil!
“Sentar” a vida e muito mais onde e como nos apetece.
:)

OverLove disse...

Oi!
Gostei desse blog doido. Só sei que sentir é sempre bom. Quando se trata de amor então...nada igual. Sinta amor, meu amor, sem medo de perder ou ganhar.
Se tiver vontade, visite meus blogs também. Vou ficar feliz.
www.textostentados.blogspot.com
www.terapiadigital.blogspot.com
bjs.