segunda-feira, 23 de abril de 2007

Mergulho... De quem tem pouco a perder!


[México - Aquário do Mar do Caribe, Março de 2007, FF]


Agarras-te à hora
Em que o tempo não passou
Mergulhas nas cores
Que a loucura te emprestou
E quando te vês para lá do espelho
Encontras a solidão
Descobres o Mundo
De quem tem pouco a perder
E sobes às estrelas
Que ontem não podias ver
E perdes o medo de estar só
No meio do multidão
Tradições Atrás de contradições
Fizeram-te abrir os olhos
Podes dizer:
Eu... sou...

Jorge Palma

6 comentários:

as velas ardem ate ao fim disse...

As vezes parece que o jorge palnma se inspira em mim para escrever...

bjinhos

Luis Pestana disse...

Grande senhor

Brain disse...

Grande Post.

E mais não digo!

Beijo

bettips disse...

Ainda não tinha andado nas pedras todas do México, a espreitar. A falar comigo. E agora chega a tartaruga milenar e verde.
Espanto bonito! Bjinho

pensamentos_vagabundos disse...

bem...que supresa:)
adoro jorge palma:)
depois esta canção dos pixies hummmm
estou de saída mas continuarei a vir te visitar:)
beijo vagabundo

Teresa Durães disse...

diz-me. quem tem algo a perder para temer a morte? se pensarmos bem, ninguém e a morte foi suplantanda.

boa tarde