quinta-feira, 22 de março de 2007

México Série I - Abraço rejuvenescedor..





























[México - Del Carmo, Março de 2007, FF]

É incrível como encontramos onde menos esperamos o que precisamos...
Só precisava de um abraço.
E estas crianças deram-mo.
E foi tão apertado, tão bom... tão sincero esse abraço.
Esse sorriso..
E ainda disseram Gracias!
Obrigado eu... por me terem oferecido o que não pedi, e era só isso que eu precisava.
O que eu preciso..
Um abraço.
Apertado.

18 comentários:

.*.Magia.*. disse...

Inocência...
Ternura!

A primeira foto é linda...!
Tem um abraço que enternece!

As cores do céu...
As cores do céu!

Quero mais, mais, mais, mais...!

Hasat ames sombrero ;)

.*.Magia.*. disse...

Estou chateada...
Pois estou
Falam falam, falam , falam e depois baralham o sistema todo...

Para que fique a certeza de que eu não enlouqueci...ehehhehe quando eu estive aqui o ABRAÇO estava lá em cima...e agora já está cá em baixo...

Estranha...vou pôr-te um processo por baralhamento de magias loucas em noites de insónia...

Do outro lado dizes para te baralharem, mas és tu quem mais baralhas quem te dá atenção...

Tou chateada, pois estou...!
Falam, falam, falam, falam...

e depois dá nisto...

...

FUI

.*.Magia.*. disse...

Ainda bem que te deram o abraço...é que eu agora dava-te um par de estalos...ehheheeh
Afinal não demoraste o tempo todo que dizias no post de baixo...

Tou chateada, pois estou...!!!!

(Ok, ok, ok, ok...tinha saudadecas, mas não te vou dizer...hehehe)

Estranha pessoa esta disse...

Pah fiz mal as contas... eheh
sabes bem que eu de math não entendo niente :P

.*.Magia.*. disse...

Agora ainda tenho que vir aqui comentar a segunda foto...

Isto há lá cada coisa que nos assombra a madrugada...!

Não é pelas crianças que estão lindas, assim como as expressões delas...é mais por ti Ó Estranha...mas que raio de "felling" é este para captar o instante mágico do rosto destes meninos????

Tou chateada, pois estou...!
Falas, falas, falas, falas... e depois ficas caladinha...

Tou chateada...
Apetece-me estar chateada :p

.*.Magia.*. disse...

Agora é que apareces...?
Agora já não tou aqui...emigrei para a Terra dos Abraços!

daniel sant'iago disse...

Mexe... comigo!

Brain disse...

Não estou aí mas...

Olha-te no espelho,
Estende os braços,
Agora enrola-os à tua volta,
Aperta o + que puderes...
Aí o tens...
O meu abraço!
:)

Beijo.

PS: Desculpa o abuso mas...
MAGIA a tua falta é igualmente sentida! Um beijo para ti!

as velas ardem ate ao fim disse...

Tb precisava de um abraço...mas infelizmente não posso ir ao México.

bjinhos

.*.Magia.*. disse...

Brain...
Em terras da Estranha aproveito para também te deixar um beijo e um sorriso

...

Luis Pestana disse...

Adoro o brilho das crianças

João Filipe Ferreira disse...

lindo lindo este post..com a maior beleza da vida..as crianças...
o sorriso inocente e o olhar meiguinho...está lindi lindo o post..adorei menina nita:)
beijinho grande grandeee

rui disse...

Olá Estranha Pessoa

O rosto
A expressão
O gesto
A pureza
O abraço purificador

Um abraço do senhor do mar

£oµ¢o Ðe £Î§ßoa disse...

Estranha!

ADOREI
Adorei principalmente o moçoilo de cabelo em pé, e, e tem lá uma menina lindissima!

Nada como o sorriso e a alegria de uma criança... sei que isto é frase batida, rebatida, mas...
Nada com a alegria contagiante das crianças, sejam elas de que ponto do mundo forem.

Kiss per tê e sejas bem vinda.

Tou muito simpático não achas??

OLha, vou embora!!!
Cansei de estar aqui!!!!!!

Até outro desencontro, adoro desencontrar-me de ti...

pensamentos_vagabundos disse...

deixo te o meu sorriso para juntares....
beijo vagabundo

.*.Magia.*. disse...

Vim ver os ninos...!

Isabel disse...

Olá estranha.

Ainda bem que voltaste e já vi que cheia de preciosidades.

Estes abraços que fotografaste fizeram-me sentir abraçada tambem... logo hoje que tanto precisava de abraços.

Em Cuba tambem fui abraçada por crianças assim... lindas, que tambem me disseram gracias depois de terem sido elas a dar tanto.

Lembro-me de um miudo que me perguntou se eu tinha algo para ele comer que tinha fome, já habituado à desconfiança acrescentou logo que queria comida não queria dinheiro... eu apenas tinha na mala o resto de uma sandes fiquei sem saber o que fazer, era um resto e o aspecto era o de uma sandes que tinha andado destro de um saco ao calor o dia inteiro. Disse-lhe: desculpa querido só tenho isto ele olhou para a sandes agarrou-a e abraçou-me a dizer obrigada. abracei-o comovida e fiquei a observa-lo encantada achando que me ia deliciar a vê-lo comer a sandes. Sabes o que fez?
Correu para junto de outros miudos amigos e dividiu aquele pedaço por todos e todos ficaram com sorrisos naquelas caras lindas apenas com uma dentada de uam sandes amachucada.

Que lição de vida que esses miudos nos dão não é estranha?

Isabel

Tit disse...

Só cheguei aqui agora...
Excelentes. Excelentes. Excelentes.
Sentem-se, sabes? As mãos, os sorrisos, os abraços... Sobretudo os abraços...
Sentem-se Mesmo!

Um abraço para ti. Daqui de mim.