segunda-feira, 5 de fevereiro de 2007

Lucidamente


[Quarteira, 2006, FF]
"Ver muito lucidamente prejudica o sentir demasiado.
E os gregos viam muito lucidamente, por isso pouco sentiam.
De aí a sua perfeita execução da obra de arte."
Fernando Pessoa

3 comentários:

as velas ardem ate ao fim disse...

Sentir e pensar demasiado doi!

e nunca me peças dsc porque não é preciso.gosto muito de ti e percebo...

bjos

Teresa Durães disse...

afinal a realidade é abstracta :)

boa noite!

pensamentos_vagabundos disse...

discutivel...
beijo vagabundo