quarta-feira, 28 de fevereiro de 2007

Aqui Encontro-me...

[Portas do Sol - Santarém, Fevereiro de 2007, FF]

"Um dos mistérios do crescimento é justamente este de sermos obrigados a superar crises e termos de largar coisas a um nível para passarmos ao nível seguinte. Sem crises e sem perdas não há ganhos. É preciso perder para encontrar e, de certa forma, morrer para renascer. "

Laurinda Alves in Público (Revista XIS)


9 comentários:

Brain disse...

Olá!
Cheguei a este excelente blog, a partir do teu outro.

Não vou comentar este post em específico, porque tendo conhecido hoje este blog e passado uma vista de olhos pela globalidade dos posts existentes, seria impossível expressar a total admiração que senti pelo que vi e li.

Parabéns! Excelente olho para as imagens, excelente talento para a escrita e reconhecimento de bons textos.

Continua, que será um favor que farás a todos quanto apreciam a arte da escrita e da imagem.

Beijo,
Brain.

as velas ardem ate ao fim disse...

Sabes as vezes gostava de ser crescida...

bjos

pensamentos_vagabundos disse...

......gostava sim era de renascer...mas sem sentir...
beijo vagabundo

rui disse...

Olá Estranha Pessoa

São estas visões, que nos fazem parar e estacar e, absorver lentamente tudo o que nos rodeia.
Lá vai o Tejo tranquilo, seguindo o seu caminho até ao mar.
A foto está super!

Abraço
do senhor do mar

Pierrot disse...

Bingo
Palavras perfeitas eu diria
E se aqui te encontras, então deixa-te por cá.
Bjos daqui
Eugénio

Maria P. disse...

Excelente imagem! Eu acho que por aqui me perdia.

Bjos*

João Filipe Ferreira disse...

e como por vezes custa tanto crescer:(
beijinho grande adorei te ler ocmo sempre:)
parece q falas , pensas e sentes as coisas como eu..gosto muito mesmo:)
beijinho

.*.Magia.*. disse...

E nessa aprendizagem, a cada degrau que subimos começamos a perceber finalmente o que é a humildade...quanto a mim o maior sinal exterior de crescimento interior...!

...

Anónimo disse...

Aprendi muito