domingo, 25 de outubro de 2009

Medo

Photobucket


[Algures no Alentejo, Outubro de 2009, FF]

Ás vezes. O Medo sobrecarrega de tal modo os ombros.

Que os olhos ficam desabituados. Do Sol. E o coração esquecido. E frio. Sem dia.

6 comentários:

Mαğΐα disse...

... e sem luar!

(Adorei a analogia...)

Alma social disse...

ó indisna gosto de ir ó pernas...porque tem sempre gajas nuas ou kuaze...armadas em quem n quer a coisa...mas n dá pra comentar...cument aqui...Medo d quem pa?..Foje pa rua, que ta sol.

Alma social disse...

kiss na nalga direita... saudades...fazias falta aki..n há é moscatel...axo..mas era capaz de se arranjar...os indisnas aqui é aos bilioes..

Alma social disse...

e.. esta circulou hoje.... rolex, rolex.. lololololol

uminuto disse...

e o medo consome a alma, enche-a de um peso tão dorido, como cansado
um beijo

Putty Cat disse...

Mas que foto fantástica, estranhex...